Confira pagamentos e tributos adiados ou suspensos durante a pandemia

Terminar o mês escolhendo quais boletos pagar. Essa virou a rotina de milhões de brasileiros que passaram a ganhar menos ou perderam a fonte de renda por causa da pandemia do novo coronavírus. Para reduzir o prejuízo, o governo adiou e até suspendeu diversos pagamentos esse período. Tributos e obrigações, como o recolhimento das contribuições para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), foram parcelados para depois. Saiba mais. (Relação de tributos atualizada em 27/07)

Confira a análise completa de Legislações Estaduais (Covid-19)

A AFRAC seguindo com o compromisso de manter seus associados bem informados diante do atual cenário, se atentou em levantar as legislações que entende que poderão impactar os negócios do Setor de Automação para o Comércio e o Varejo em geral.

Neste material é possível obter as legislações de todos os estados e do Distrito Federal.

Após sugestão da AFRAC, Ministro Paulo Guedes cria grupo de trabalho para discutir o acesso da ajuda pública às pequenas e médias empresas.

A AFRAC participou na tarde deste sábado, dia 04, de um webinar com o Ministro Paulo Guedes e demais representantes de Entidades que fazem parte da UNECS, para discutir questões relacionadas ao acesso ao crédito que dará suporte aos micro e pequenos empresários durante a atual crise.

Itaú já prorrogou mais de 140 mil contratos de empréstimo, em decorrência do cenário atual.

O Itaú Unibanco já prorrogou mais de 140 mil contratos de crédito para pessoas físicas e jurídicas devido à crise causada pelo novo coronavírus. Os contratos, segundo o banco, incluem todas as linhas que fazem parte da ação: capital de giro, empréstimo pessoal, crédito imobiliário e financiamento de veículos.

Pleitos da AFRAC e Empresas no sentido de redução de Impactos causados pelo COVID-19

Em função dos impactos da pandemia do Covid-19, a AFRAC abriu canal de apoio juntos aos Fornecedores de Automação Comercial e Players do Varejo. Recebemos número substancial de relatos que, em função de determinações e recomendações dos órgãos públicos no tocante a medidas de redução de exposição de risco, a grande maioria das empresas de tecnologia tem operado remotamente e desaconselhado visitas técnicas presenciais de seus colaboradores junto a clientes usuários da tecnologia.

PROPOSTAS FIESP/CIESP PARA APOIAR MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS INDÚSTRIAS NA CRISE DO COVID-19

Na primeira quinzena de março, a FIESP e o CIESP entregaram ao Governo várias propostas para minimizar os impactos nas empresas, especialmente, nas micro, pequenas e médias empresas (MPME), diante da crise instaurada pelo Coronavírus. Acesse nesse link o documento que sintetiza as medidas propostas pelas Entidades.

Governo do Paraná lança pacote econômico de quase R$ 1 bilhão para empresas e autônomos

Pacote prevê linhas de financiamento para empresas que não demitirem funcionários durante período de isolamento social.

Será R$ 1 bilhão em linhas de financiamento para autônomos, micro, pequenas e médias empresas do estado.

Pacote anticrise usará ‘maquininhas’ para chegar a microempresas, diz Ministro Paulo Guedes.

Guedes afirmou que o governo vai liberar perto de R$ 800 bilhões ao longo dos próximos 3 meses no esforço de enfrentar a crise, e para que o crédito chegue aos microempreendedores e microempresas, o ministro defendeu que sejam usadas as maquininhas de cartão, por causa da presença delas em todo o país.    Por João JoséContinuar lendo “Pacote anticrise usará ‘maquininhas’ para chegar a microempresas, diz Ministro Paulo Guedes.”

BNDES adota medidas emergenciais para auxiliar o país a enfrentar os impactos econômicos e sociais da pandemia.

Nesse link, há um compilado geral das linhas de crédito geradas. – Crédito para Folha de Pagamento;– Linha emergencial para o Setor de Saúde;– Capital de Giro para pequenas empresas;– Amortização de financiamentos em até 6 meses;– R$ 20 bilhões para o FGTS.