Pacote anticrise usará ‘maquininhas’ para chegar a microempresas, diz Ministro Paulo Guedes.

Guedes afirmou que o governo vai liberar perto de R$ 800 bilhões ao longo dos próximos 3 meses no esforço de enfrentar a crise, e para que o crédito chegue aos microempreendedores e microempresas, o ministro defendeu que sejam usadas as maquininhas de cartão, por causa da presença delas em todo o país.   

Por João José Oliveira – UOL ECONOMIA | Em 28/03/20.

O ministro da Economia Paulo Guedes afirmou que o governo vai liberar perto de R$ 800 bilhões ao longo dos próximos três meses no esforço para enfrentar a crise do Coronavírus. Para a ajuda chegar também a microempreendedores individuais (MEIs) e microempresas, o ministro defendeu que sejam usadas as maquininhas de cartão, por causa da presença delas em todo o país. Ele afirmou que os bancos tradicionais não estão entregando o crédito a esse público que mais precisa.

Segundo o ministro, metade dos R$ 800 bilhões está indo para o crédito, enquanto a outra metade será dividida entre adiamento e redução de impostos, antecipação de dinheiro para aposentados e pensionistas e transferência direta de dinheiro para ambulantes e autônomos, além de repasses para o Ministério da Saúde, para estados e municípios.

BC trabalhando com as maquininhas.

Guedes disse que o Banco Central vai mudar a atuação para poder levar o dinheiro diretamente a empresas e pessoas. “O BC do Brasil não é como o Fed (banco central americano). Aqui ele só pode fazer negócio com banco. Isso está errado”, disse Guedes. Ele afirmou que o Banco Central vai passar a atuar diretamente para poder transferir recursos para empresas. O ministro disse que os bancos não estão conseguindo levar o crédito para as empresas como o governo gostaria. Por isso, as medidas vão incluir a participação das operadoras de maquininhas para levar crédito à economia real.

“Vamos turbinar as maquininhas. PagSeguro, Stone, esses caras têm capilaridade, estão na ponta, BC tem que chegar lá e não ficar só nos bancos. Por que o Banco Central não pode redescontar deles?”, disse, referindo-se a um processo em que o BC usaria as empresas de maquininhas para levar crédito a pequenos empresários. Paulo Guedes disse que é por meio das maquininhas que os pequenos e médios empresários poderão acessar linhas de crédito para fluxo de caixa e pagamento de salários. “Essas medidas todas serão anunciadas dentro de até três dias úteis”, disse Guedes, destacando que os empresários que não demitirem terão acesso às linhas de crédito com juros subsidiados pelo governo.

Segundo o ministro, entre 20 milhões e 38 milhões de brasileiros vão receber ajuda entre abril e julho, entre empregados que terão o salário complementado por recursos do governo, ambulantes e autônomos que receberão recursos porque estão sem renda por causa das restrições de circulação dos consumidores e ao funcionamento das empresas. “A gente vai pagar o cara. Não vamos perguntar muito”, disse Guedes em debate online organizado pela XP Investimentos na noite deste sábado, 28/03/20.

Paulo Guedes afirmou que as pessoas poderão sacar os recursos por meio de contas bancárias na Caixa. “Quem tem conta em outro banco, a Caixa vai transferir. Se não tem conta em lugar nenhum, abre conta na Caixa”, afirmou.

Recursos devem chegar em até três semanas.

Guedes disse que esses recursos têm que chegar às pessoas em duas ou três semanas, no máximo. “Se não chegar o dinheiro na ponta, nosso teste falhou. Porque esse dinheiro tem que chegar já”, afirmou.

Nas contas do ministro, estão também os recursos que foram liberados pelo Banco Central para que os bancos aumentem o crédito aos brasileiros, o adiamento de impostos, a antecipação de saques de parcelas do 13º salário de aposentados e pensionistas, as transferências de recursos para os ministérios, como o da Saúde, e para os governadores. “E vamos também rolar as dívidas dos municípios”, afirmou.

O ministro disse que talvez o período que a economia possa aguentar essa crise seja menor que o tempo que a área de Saúde exige para superar a doença. “Se a Saúde precisa de três meses, mas as pesquisas dizem que depois de dois meses as empresas começam a abrir o bico, isso quer dizer que talvez o lockdown não possa durar tanto”, afirmou Guedes. Paulo Guedes disse que o governo está estudando outras medidas que levantem recursos. Uma delas, afirmou, é juntar o PIS-Pasep com o FGTS. “Temos R$ 22 bilhões lá parados. Então vamos juntar isso com FGTS”, afirmou.

Déficit do governo

Guedes disse que os gastos desse ano vão representar até 5% do PIB. “Vai ser um déficit extraordinário, mas não tem problema. Essa crise vai passar”, afirmou. “Vamos pagar isso em um ano. Não vamos empurrar como uma bola de neve”, afirmou. O ministro afirmou que o governo não vai esquecer as conquistas na economia de recursos. Ele citou a economia de pagamento de juros com Selic menor e as reformas estruturais destravam os investimentos. Por isso, disse Guedes. Passada a crise, o “Brasil será o primeiro país a sair da crise”.

“Demissão é conversa fiada”

Paulo Guedes rebateu questionamentos de que poderia sair do governo. “Não existe isso de sair. Como vou sair no momento mais grave? Isso é boataria”, afirmou. Segundo Guedes, não há choques no governo. “Estamos em uma democracia. Todo mundo tem direito à opinião”, firmou. Sobre a opinião de Jair Bolsonaro em relação às medidas da área da saúde, que restringem a circulação de pessoas e funcionamento de empresas, Guedes afirmou que o presidente está preocupa com a economia. “Ele disse que temos que estar preocupado com a segunda onda, que é a depressão econômica”, afirmou.

Em: Uol Economica


Publicado por AFRAC

Fundada em setembro de 1987, a Associação Brasileira de Automação para o Comércio (AFRAC) foi inicialmente criada para representar os interesses de fabricantes e revendedores de equipamentos para o setor. Unindo esforços e se engajando a outras Entidades para fortalecer o segmento no Brasil, nos tornamos uma entidade multissetorial, sem fins lucrativos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: